segunda-feira, 17 de maio de 2010

Em Busca.

Pai, eu vou a busca nos locais sombrios
Ou em meio aos tormentos da memória.
E os momentos parecem retornar
a minha vida.
Tenho comigo a idéia
De que estas comigo agora.
São momentos curtos
- direi intervalos.
Mas ficaram cá dentro, jamais se vão.
E brinca com o tempo
Faz desta hora o espaço
Espaço de quase um vagão.
E assim te levo pela estrada
Lembro das palavras, lembro dos carões...
Foram sementes,
Pai foram sementes
Que certamente germinarão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ele não foi e nunca será o melhor pai do mundo. Mas ... para todo o sempre será o melhor pai porque foi o meu pai. Ele não foi e n...