segunda-feira, 31 de maio de 2010

Amargura Atravessada


Eu toco essa amargura atravessada
Essa dor desesperada
Essa vontade sem vontade de viver.
E na lei da vida do ser amar
Vou tocar prá não morrer.
Grande e triste a minha história
Nem deu tempo de escrever
No meio de uma frase qualquer
Sei que sigo e vou morrer.
Não a morte que me fascina
Mas aquela que atravessa você.
A que rompe a sua regalia
Ao pensar que você é você.
Sem outra solução
Sigo tocando o seu caixão
Cheio da minha amargura
Que agora você espalha no chão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Preciso colo de mãe

Preciso alguém que me diga boa noite ou bom dia. Preciso alguém que se preocupe comigo, me queira bem. Preciso alguém que me d...