domingo, 6 de novembro de 2016

INTOLERÂNCIA RELIGIOSA NO BRASIL




Em meio a um turbilhão de crenças, o ser humano procura encontrara a sua própria identidade. Dentre tantos preceitos, crê na imortalidade da alma, na pluralidade da existência e, através da simbologia e tantos mitos, exerce diante do próximo, a intolerância religiosa como resposta para a própria fé.
Alguns creem que o corpo é tão somente um tênue fio que se fortalece através do espírito, o qual permanece na eternidade. Todavia, para muitos não há fatos comprobatórios ou científicos para tal pensamento.
Mas, por que o ser humano após tantas descobertas e evolução, permanece inflexível quando se trata da religiosidade?
O Brasil é o país da pluralidade e preceitos religiosos tão presentes na diversidade do seu povo, o qual tem no catolicismo inesgotável fonte tradicionalista, o crescimento dos evangélicos e, em seu berço – não há o que se negar – a influência afro através do candomblé e das suas múltiplas vertentes.
É mister buscar o encontro do pensamento, ideias e ideais, onde sobretudo, o respeito seja a base sustentável para um mundo melhor, pois no Brasil a a liberdade individual de escolha de sua religião e de expressão de suas crenças é assegurada e após a promulgação da constituição brasileira de 1988 o Brasil ganhou status de estado laico.

Prof.ª Káthya Ferreira

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Chegou a hora do ENEM 2016

AOS MEUS ALUNOS:

Sim. Decididamente estou muito feliz e orgulhosa por cada um de vocês que passaram e, certamente, ainda vão passar em minha vida. 
Meus queridos estudantes e eternos aprendizes que somos, o ENEM é tão somete uma etapa a ser cumprida, pois lembrem que a grande lição a cada segundo aprendemos. E, é preciso nesta verdadeira lição, buscar o significado da nossa existência.
Parabéns aos pais, familiares e a todos os que de alguma maneira esteve e está presente em suas vidas. Um beijo para os meus alunos de todas as cooperativas de ensino que entusiasticamente representam o verdadeiro sentido de cooperar. Avante!
Quantos de vocês bem sei do esforço para concluir ao ensino médio em um País onde a educação é tratada com indiferença e desleixo, onde os mestres são tratados como subservientes de uma Nação, que tenta a cada instante evitar que a cegueira mental atinja por completo a todos os brasileiros, onde o civismo desce no esgoto podre formado por aqueles que são verdadeiros dejetos humanos. 
Todavia, acreditem: ainda é possível fazer a diferença. Não somos vencidos e sim VENCEDORES


Ele não foi e nunca será o melhor pai do mundo. Mas ... para todo o sempre será o melhor pai porque foi o meu pai. Ele não foi e n...