Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2011

Inebriantes desejos

Imagem
Minha mente é só desejo:
Minha boca clama por teu beijo,
Meu corpo pulsa pelo teu toque,
Meu ser estremece pelo teu olhar.
Eu sou,
Inteiramente,
Lua,
Nua,
Tua.
Desejo acima de desejo
Corpo sustentando corpo
Alma comportando alma.
Tu
Infinitamente
Meu
íntimo...
Nós dois
Inebriantes
Na dança do amor
A tocar
A sentir
A amar...
Imagem
Da Bahia para o mundo
Decididamente sou baiana de nascimento, e tenho a certeza de que a cidade do Salvador vivencia dias terríveis de extrema miséria social, política e cultural. Mas, ao dá aquela espiadela em um dos jornais de grande circulação, encontrei a seguinte matéria: Que passeio em Salvador você indicaria à presidente Dilma?
A presidente Dilma Rousseff desembarcou em Salvador na segunda-feira, dia 26, para um período de férias na Bahia. A presidente, que passou o Natal com a família, em Brasília, aproveita o recesso de fim de ano para descansar em férias.  A previsão é que ela fique no Estado até o dia 5 de janeiro e retorne ao trabalho no dia 10.Como a presidente está relativamente perto da capital, o Cidadão Repórter quer saber do leitor Que passeio em Salvador indicaria à presidente Dilma?
Observem amigos as respostas: esse é o verdadeiro povo, aquele que luta, que paga impostos e sabe discernir.
1.NENHUM, PORQUE SALVADOR ESTA ENTREGUE AS BARATAS.
INFELIZMENTE, SALVADOR FOI ENTER…

Mas se é natal...

Imagem

Sonhos Secretos

Imagem
Chove tanto lá fora,
O vento sopra com intensidade,
Começou a pouco mais de meia hora,
No entanto… parece uma eternidade!

O zoar das árvores… o som da chuva na vidraça,
O ressoar das ondas invadindo ao mar…
A tempestade não cessa!
Vou-me aconchegar no sofá  Vou ver se o tempo passa.

Não é que eu tenha pressa…
Ou a tempestade esteja a aborrecer Tinha atividades planeadas
Que sem alternativa Deixarei por fazer
Procuro um bom livro,  Apetece-me um "policial",
Com suspense e intriga… mas qual?
São tantos… e finalmente  Achei o que me parece ideal.

Sento no sofá, confortavelmente,
Começo a ler… parece interessante…
Coloco os óculos, Encosto a cabeça na almofada,
Sinto-me completamente relaxada!

Embrenhada na leitura, não sei por que,
Por momentos, você vem ao pensamento…
Seu olhar… Sua boca, sua doçura... Seu amor e os meus sentimentos.
Fecho o livro… tiro os óculos… fechos os olhos,.
Inclino a cabeça.
Sinto o desejo a me invadir,
 Mordo aos lábios com travessura….

Hum…como eu queria l…

Desesperança.

Imagem
Vida. Não mais a amo. Sinto a ausência e a minha dor Caminho, ando e nem passeio Durmo e acordo nem sei o que é dor. O que vem a alma Já não há resposta. O que chega a carne Já me abusou O que traz sentido Não é verdade O que é verdade Não é amor.

Natal = Família

Imagem
Permita lhes dizer que o dezembro aos meus sentidos ecoa em vários ângulos. É certo que a data comemorativa salta aos nossos olhos, mas bem que poderia servir de alerta aos nossos sentidos. Seria tão bom se tivéssemos a coragem para refletir, para olhar a nossa alma e poder acarinhá-la. Quem sabe enxugássemos as nossas próprias lágrimas, e cada gota que brotasseservissem como bálsamo aos nossos anseios. Ah! E se realmente tivéssemos coragem de assumir às nossas culpas, os nossos pecados?! Mas, persistimos em dizer: É Natal!!!!!! E queremos nos enganar diante de tudo o que passa diante dos nossos olhos, e dos nossos braços cruzados. Nos lamentamos diante do número incontável dos nossos jovens que "abandonados" são jogados e engolidos pela mãe terra...e queremos admitir que eles foram os culpados. E a família? A família é a célula mater. Pois é! O Natal é família, é a colheita dos nossos atos; e para colher é necessário plantar, é grandioso ver a árvore florescer.

Novelos Emaranhados

Imagem
Mãos entrelaçadas
Somos novelos emaranhados
Corpos ardentes
Amantes obscenos.
No ato
Total desacato.
Frêmitos incontroláveis
Fonte de um prazer inenarrável
Sem explicação.
Somos o Sim ou o Não?
Subimos aos Céus
Descemos aos Infernos.
Somos Pecadores, Impostores
Ou
Somos Anjos, Arcanjos?
Olhos nos olhos
Nos olhamos
E no ápice da paixão, flutuamos.
Alma penetrando Alma
Já não nos basta à provocação da Carne
O que nos une é muito mais além.
Não precisamos
Nada a ninguém dizer
Ou provar
Para quê?
Para quem?
Desabamos de Amor
Do fundo de meu quebrantado coração.

Noite e Dia

Imagem

Ardente

Imagem
Do meu corpo brota fogo
ardente como um vulcão
me entorpece a mente
enquanto mãos me acariciam
- sem me tocar.
Num delírio cadencioso
deslizam sobre a minha pele
como uma onda que vem e vai.
És desejo... És frenesi...
És meu sentir...
Ou doce ilusão.
Me aguça aos sentidos
misto de tristeza e alegria
ter e sentir ter sem ter.
E da tua ausência
faço os meus dias
embalo em meus anseios
tenho prazer e amargura
no calar de cada noite.
Adormeço enquanto espero
na alvorada de uma manhã
sem princípio, sem  ter fim.
E quando o cantar estridente
dos periquitos escutar
Irei acreditar
que tu aqui estás
que és tu
a me despertar.