segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Senhor! Senhor!


Senhor!
Sou tão imperfeita diante da tua bondade
Tão feliz por ser existência
Tão carente do vosso amor
Tão estúpida ante as incertezas
Tão complexa quanto à racionalidade
Tão frágil quanto o desamor.

Mas, Senhor!
Peço-te e clamo
Jamais te profano
Grito em teu louvor.

Pois sou pequenina
Ainda menina
Diante do teu amor.

Menina e Mulher

Coração e mente de menina
Em um corpo de mulher...
A menina querendo atenção e afagos
O coração cheio de dúvidas e anseios.


A mulher inquieta, desejos insatisfeitos, contidos. 
Ansiando pelo amor
E com ele os seus carinhos.
Sentindo um imenso vazio ao procurar
No amor tão louca paixão
...e no desejo, não mais encontrar.


Sem saudades do passado, mas com receios do presente
Apreensiva com o futuro...
A menina se refugia nos anseios da mulher
A mulher nos sonhos ternos da menina...


Uma querendo voltar a ser menina
A outra querendo ser mulher.

sábado, 27 de novembro de 2010

Doce Ilusão



És o encanto
No espelho do prazer,
E o seu corpo na busca do procurar...
Sou a sereia, sou o canto de amor
Estou a querer lhe enfeitiçar...
Encantos de desejo,
Melodias da paixão,
Boca de luar...
E com os olhos fechados,
Sinto e ouço o prazer do sussurrar...
A sua boca a me seduzir...
Sensações...Sentimentos em sintonia
Hoje somos poema e poesia.
Ode ao desejo
E o beijo do beija-flor.
E de frente para você,
Eu toco a sua mais profunda pele,
E toco a sua perfumada alma 
Com calma sinto quem sou
Nada tenho, mas tudo lhe dou.
Mundo de violetas,
Jardim de belas acácias
Sonhos de eternidade infantil
A cama é um espaço de cetim
E de sonho em sonho, eu lhe componho 
Em sonatas e serenatas
Em camadas de cascatas
Em suas mãos a dedilhar...
Sou a harpa, somos a canção
E no prazer temos os sons
Efeitos e cor em emoção
Melodia para os corpos
Doce ilusão!

O Anjo que mora em Você.


Encanta-me...
Com o brilho dos seus olhos
Dispara o meu coração
Com o seu frescor silvestre.
Acenda o estopim do meu desejo
Com as histórias de tua vida.
Enche a minha de poesia
Com seus desejos e sonhos.
Revela as suas fantasias
Com seu perfume agreste.
Toca ao meu corpo sem pudores
Alicía-me
Seduz a minha alma.

Com o seu clima de verão
Torna-me um vulcão em erupção
Com seus prazeres outonais
Perfuma minha alma vazia
Com o seu ar primaveril
Haverei de lhe oferecer os meus lábios
Como uma flor.
Com desejos matinais
Me leva a mil fantasias.
Faz a entrega e se entregue.

Brinca com o meu corpo
Com todo o seu ardor
Encontra o meu prazer
Com o seu viver
Mostra-me o anjo, que mora em você.


Fé e Coragem



A felicidade não é utopia, não é apenas sonho.
Ser feliz é direito e dever.
É abrir as portas da alma
É a brisa que revigora ao ser
São as lutas do dia a dia
É cada partícula do teu ser
É se encontrar por inteiro no que fizeres
É o não permitir outra direção
É a energia do fazer e pensar
E jamais permitir o enfraquecer.
Fortalecer a alma com a esperança.
Aconteça o que acontecer.
É olhar as lições da dor,
E delas tirar o aprendizado
É vencer é se superar
É sempre poder ir além.
Em cada desafio uma oportunidade.
E o agradecer pelos percalços.
Pois  ninguém cresce na acomodação.
Mas se o vendaval chega para interferir,
Fé e coragem haverão de surgir.    

Capela do Alto Alegre


 

O município de Capela do Alto Alegre fica situado na zona fisiográfica de Feira de Santana. A sua sede municipal possui uma altitude de 412m, o ponto mais alto é de 489m e o ponto mais baixo é de 283m.

Obrigada linda Capela
A mais bela do Brasil
Onde o coração bate forte
E o povo é varonil.
O espaço oferecido
Foi bastante aconchegante
Deixando por todo meu ser
A certeza do caminho brilhante.
...............................................

A vocês meus jovens amigos
Mas já velhos pelo grande amor
O meu maior agradecimento
E um pedido pelo que se passou:
A aula foi um show
O momento fascinante
As bolas seguirão aos céus
Levando pedidos saltitantes
Mas tudo só terá valor
Se a diferença você fizer
Dedicando-se cada vez mais
Porque o sonho não terminou.

  

domingo, 21 de novembro de 2010

Vermelho Carmim


Envolva-me em sua dança
Fica comigo não só por uma noite
Preparo-me para você.
Trago no cabelo uma flor
Tão doce quanto o jasmim.
Uma fenda lateral no vestido azul
Na pele, a essência do eucalipto
Entrego – me em todos os meus vícios.
Na boca, o vermelho carmim e irresistível.
E como se eu fosse um instrumento
Toque – me de leve!
Dedilhando caminhos escondidos
Ouça a suave melodia dos meus sentidos.
Na penumbra, os desejos acendem
E a música faz um convite envolvente
Em diálogos secretos e escondidos
Apontando a direção do desconhecido.

Passo Descompasso.


Olhos ardentes de amor
Afagam aos corpos suados
Frêmitos incendeiam-se no calor
São amantes e enamorados.
Na troca mútua das carícias 
Há um passo descompassado,
Enlevam os corpos as delícias
De um clímax mais que desejado.
Entontecidas estão às mentes
Pelo sublime encanto da paixão
E semeiam novas sementes
Na tarde ensolarada de verão. 
Colhem e encolhem a mais bela rosa
Que faceira no bonito jardim crescia
E desfolham trêmulos ao que antes
Era uma rosa virgem e florida.

Esse nosso jeito de ser.

Você me chega suado,
com este seu jeito safado,
Um olhar de quem se diz apaixonado.
A pele transpira desejo,
Os poros exalam o seu cheiro. 
Meu corpo na insaciável espera...
E num abraço envolvente,
Em meio a beijos ardentes
Descubro as suas mãos maliciosas.
Mãos que me exploram
Com a ternura de um humano sensível
E a entrega é inevitável.
Fico diante de um coração
Fragilizado... E apaixonado!
Neste momento sinto-me frágil
E me rendo à sedução...

sábado, 20 de novembro de 2010

Lembranças como "fuxicos"....


As minhas lembranças são como retalhos
Pedaços que buscam o encontro
Em um novo, em cada dia.
Alguns desses pedaços tento reconstruir
Penso em re-costurar
Mas, jamais quero emendar.
Aprendo com cada pedaço
E vislumbro um novo dia.
Poderia pensar nesses pequenos ‘fuxicos’
E no quanto o mundo é a escola da vida.
Porém falta - em mim - espaço
Para recortar a tão singelas tentativas.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Finados: saudades e lembranças do meu pai.




Dia de Finados é...
Celebrar todos os que não visualizamos
- Ou que tememos enxergar.
É sentir que o outro não morrerá nunca
É celebrar a essa vida eterna...
A vida que não vai terminar nunca.
É viver em comunhão íntima com Deus
É a esperança do ser que crê.
É a vontade de rasgar o infinito
De retroceder no tempo e segurar a vida.
É a ausência porque não há formas para se tocar. 
É a presença porque se pode sentir.
São lágrimas cristalizadas e distantes
E a saudade machucando o coração. 
Olhar ao “céu” e perceber o infinito misterioso
É o vazio inconsolável mergulhado na oração
É a lembrança eterna do meu pai,
Que guardarei para sempre em meu coração.


Ele não foi e nunca será o melhor pai do mundo. Mas ... para todo o sempre será o melhor pai porque foi o meu pai. Ele não foi e n...