sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Milagres do amor





Tantas cores, imagens e poesia
Poderiam descrever esse amor.
Ele é simples e puro,
Faltam-me palavras,
Faltam-me imagens,
Falta-me até saber poético.
Você é o amor da minha vida
Já não saberia viver distante,
Alguém tão capaz de me dar incentivo
E me mostrar o belo.
Não encontro sossego em meu coração
E se você partisse ou me faltasse
E, diante dessa certeza,
Não posso deixar de reafirmar,
- com toda a convicção, -
Você representa, em carne, osso, sangue e emoção,
O grande amor que vai me acompanhar
Até o fim dos meus dias.
Que o destino ou os deuses ouçam este meu apelo!

domingo, 11 de agosto de 2013

Homenagem Póstuma: Dia dos Pais.



Ninguém conseguiu substituí-lo. E ele se foi, como tantos outros pais ao encontro do Pai maior.
Parece que foi ontem, ou agora. Sua presença impregnou a palavra família em mim, e a sua ausência o vazio; nunca mais a "mesa" será a mesma. Todavia, em nenhum instante deixarei de lembrar-se de tudo o que me ensinou, e dentre tantas palavras ouvidas, uma ressoa forte: CARÁTER!
Meu Pai mais do que um nome, um grande homem, aquele que nesse momento e em todos os outros me preenche o vazio com o seu amor.

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Eterna Saudade do Meu Pai


Não era um homem diferente de tantos outros,
Mas era diferente de tudo: era o meu pai.
Seguiu e fiquei órfã.
Vi na sua ausência tantos sonhos se desfizerem,
Tantas e tantas lágrimas derramar.
Percebi o quanto fui fraca, o quanto fui tola.
.........................................................................
Deveria ter gritado alto, e sem temor.
Dizer do orgulho, e das lições que com ele aprendi.
Tinha medo, tinha receios... Tive dúvidas: Eu temi.
Hoje busco no etéreo o desabafo,
Na escuridão o clarão,
Nas incertezas o seu abraço,
Em meu amor a solidão.
No tempo que se esvai vejo e clamo.
Nas luas procuro o estrelar, e vou cantar.
Nos mares navego nos oceanos.
Sigo e persigo aos caminhos sem encontrar.
..........................................................................
E em cada passo é mais um ato,
Que pinto e repinto sem papel.
É mais que uma dor, é quase um laço,
É um nó apertado, é um doce sem mel.

sábado, 3 de agosto de 2013

Os 10 segredos do amor


O PRIMEIRO SEGREDO: O PODER DO PENSAMENTO
O amor começa com o pensamento. Convertemo-nos naquilo que pensamos. Os pensamentos amorosos criam experiências e relações amorosas. As afirmações podem mudar as nossas crenças e pensamentos sobre nós mesmos e sobre os outros. Se quisermos amar a alguém, temos de levar em conta as suas necessidades e desejos.

O SEGUNDO SEGREDO: O PODER DO RESPEITO
Não se pode amar a nada nem a ninguém a menos que antes o respeite. A primeira pessoa que merece respeito somos nós.

O TERCEIRO SEGREDO: O PODER DA ENTREGA
Se desejar receber amor, tudo o que tem de fazer é dar! Quanto mais amor entregar, mais receberá. Amar é entregar-se sem condições e voluntariamente. É praticar ao acaso atos de bondade. A fórmula secreta de uma relação amorosa, feliz e para toda a vida é concentrar-se sempre em o que pode dar em vez do que pode tirar dela.

O QUARTO SEGREDO: O PODER DA AMIZADE
Para encontrar um amor verdadeiro, primeiro devemos encontrar um amigo. O amor não consiste em olhar nos olhos do outro, mas sim em olharem juntos na mesma direção. Amar a alguém de verdade pelo que é, não por seu aspecto físico. A amizade é a terra onde a semente do amor cresce.

O QUINTO SEGREDO: O PODER DO CONTATO FÍSICO
O contato físico modifica uma das expressões mais poderosas do amor que existe, destrói barreiras e cria vínculos entre as pessoas. O contato físico altera nosso estado físico e emocional e nos torna mais receptivos ao amor. O contato físico nos ajuda a curar o corpo e enternece o coração. Quando você abre seus braços, está abrindo seu coração.

O SEXTO SEGREDO: O PODER DO DESPRENDIMENTO
Se amar a alguém o deixe livre. Se voltar é seu; se não o fizer, nunca foi. Quando se está dentro de uma relação amorosa, as pessoas necessitam ter seu próprio espaço. Se quisermos aprender a amar, primeiro devemos aprender a perdoar e deixar ir embora nossas feridas e doenças do passado. Amar significa desprender-nos de nossos medos, prejuízos, ego e condicionamento. Hoje deixo para trás todos os meus medos, o passado já não tem poder sobre mim; hoje é o começo de uma nova vida.

O SÉTIMO SEGREDO: O PODER DA COMUNICAÇÃO
Quando aprendemos a nos comunicar abertamente e com sinceridade, a vida muda. Amar uma pessoa é estabelecer comunicação com ela. Faz com que a pessoa a quem ama saiba que a ama e aprecia. Nunca tenha medo de pronunciar as palavras mágicas: Quero-te. Não deixe passar a oportunidade de elogiar uma pessoa. Despeça-se dela sempre com palavras carinhosas: pode ser que seja a última vez que a vê. Se estivesse a ponto de morrer e pudesse telefonar às pessoas de quem gosta, a quem ligaria? O que lhes diria?... O que está esperando para fazê-lo?

O OITAVO SEGREDO: O PODER DO COMPROMISSO
Se desejar amor em abundância, deve estabelecer o compromisso de consegui-lo, um compromisso que se refletirá em suas ações e em seus pensamentos. O compromisso é a verdadeira prova de que o amor está presente. Se quiser ter uma relação com amor, deve comprometer-se a criar a relação que quer. Quando estamos realmente comprometidos com algo ou com alguém, abandonar nunca é a opção. O compromisso distingue uma relação frágil de outra sólida.

O NONO SEGREDO: O PODER DA PAIXÃO
A paixão acende o amor e o mantém vivo. Uma paixão duradoura não procede exclusivamente da atração física, ela nasce graças a um profundo compromisso, entusiasmo, interesse e fascinação pela outra pessoa. A paixão pode se reavivar recriando experiências passadas onde houve paixão. A espontaneidade e as surpresas criam paixão. O amor e a felicidade compartilham a mesma essência; tudo o que necessitamos fazer é viver cada dia com paixão.

O DÉCIMO SEGREDO: O PODER DA CONFIANÇA
A confiança é essencial para estabelecer uma relação com amor. Se um membro do casal está cego pela suspeita, a ansiedade e o temor, o outro se sentirá atrapalhado e emocionalmente sufocado. Não se pode amar a outra pessoa plenamente a menos que confie nela. Aja como se a relação que mantém com uma pessoa nunca fosse se acabar. Uma maneira de saber se a pessoa é adequada é perguntando-se: Confio nele plenamente e sem reservas? Se a resposta for negativa, pense com cuidado antes de comprometer-se mais.



Ele não foi e nunca será o melhor pai do mundo. Mas ... para todo o sempre será o melhor pai porque foi o meu pai. Ele não foi e n...