segunda-feira, 28 de novembro de 2011

As Aparências

Pensamos, às vezes,
Que não restou um só dragão.
Não há mais qualquer bravo cavaleiro,
Nem uma única princesa
 A passear por florestas encantadas.
Pensamos, às vezes, que
A nossa era está além das fronteiras, 
além das aventuras.
 Que o destino 
já passou do horizonte
 E se foi para sempre.
É um prazer estar enganada.
Princesas e cavaleiros, 
encantamentos e dragões,
Mistério e aventura...
Não apenas 
existem aqui e agora, 
mas também continuam
A ser tudo
O que já existiu nesse mundo!
Em nosso século, só mudaram de roupagem. As aparências 
se tornaram tão insidiosas,
 Que princesas e cavaleiros
podem se esconder
 Um dos outros,
Podem se esconder
Até de si mesmo.
Contudo, os mestres da realidade
 Ainda nos encontram
Em sonhos
Para dizer que nunca perdemos
O escudo de que precisamos
 Contra os dragões,
que uma descarga de fogo azul
nos envolve agora,
 A fim de que possamos mudar
o mundo como desejarmos.
A intuição sussurra a verdade!
Não somos poeira, somos magia!
Fecharei os olhos e buscarei seguir
 – se deixares –
A sua intuição.



Filhos e Netos


Os filhos vieram e... Vieram. E trouxeram consigo a certeza de um amor incontido, de algo novo, mas não temeroso. Ao contrário do que se possa imaginar, nas suas bagagens encontrei a certeza de que jamais estaria só. Compreendi que a minha vida é uma extensão sem limites; Compreendi, mas entendi após alguns anos.
E vieram os netos.
Em princípio e de mansinho, como se fosse uma flor a despertar na primavera.
Apresentou o perfume ao decorrer do tempo, porém o brilho intenso no olhar denunciava o amor. Entre tímida e esperta mostrava o que queria dizer...
Entretanto, o tempo – dono de todas as sensações – resolveu apresentar algo instantâneo, diferente, um não sei o quê a fazer e provocar uma reviravolta em minha infância. Sim, totalmente em minha infância.
Percebi que algo estonteante invadia o meu eu. Uma criatura frágil e pequena tão capaz de me fazer reviver os primeiros e magistrais momentos da maternidade. E os olhinhos vivos denunciam o amor que transmite, as pequenas mãos que em breve se estenderão decididas ate as minhas e vão acarinhar a minha alma... Nem sei se é emoção. Creio que as palavras não traduzem, todavia direi que saudade se faz presença em sua ausência que parece interminável.
E de repente como se não bastasse, o levanta e cai, os primeiros passos, o andar bailando e revigorando o meu viver, a vontade de gritar para que todos ouçam:
 EU SOU VOVÓ.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Rosas e Flor de laranjeira



Meu corpo claro e perfeito,
Ai, meu corpo de maravilha!
Cultuo em meu conceito
Estreito da redondilha...
Meu corpo é todo cheiroso
Cheiro de rosas...
Ou flor de laranjeiras...
Meu corpo, tenro e macio,
É como o milharal queimado do estio,
Mas, desfalecido em perfume...
O meu corpo é a brasa do lume...
Parece chama, e flameja
Como os horizontes febris.
É puro como nas fontes
Da água clara que clareia
Que em cascatas se derrama...
E em volúpia da água se escama.
A todo o momento me vejo...
Sozinha, a única ilha
E no oceano do meu desejo...
Meu corpo é tudo o que brilha,
Meu corpo é tudo o que cheira...
É rosa, é flor de laranjeira...

Hoje ouvi o teu "Bom dia",
Cheio de carinho e alegria;
Prá despertar o desejo,
Acordar a imaginação.
E iniciou mais uma viagem
De sonhos e fantasias,
Entre o desejo e a razão. 
Basta-me olhar teu rosto,
Estampado nessa tela,
Prá eu sentir-te aqui comigo
O sabor dos lábios teus.
Percorres todo o meu corpo,
Vai arrancando-me arrepios,
E despertando emoções.
E em meio a esse vazio
Descubro que a vida é um rio
Transbordando em sensações.

Para você.

Gostaria de te dizer:
- Boa Noite.
Mas lembrarei que ouvi
- Bom Dia.
... Remoerei as lembranças,
As palavras,
Os pensamentos,
Invadirei aos meus sonhos
... E aos teus sonhos.
Direi da sensatez
- ou quem sabe –
Da altivez.
Não. Eu não planejarei
Mas, acreditarei

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Não me detenhas

Dá-me a tua mão...
Mostra-te,
Sinto-te,
Mas não me detenhas
Provoco as tuas chamas
Permite que a minha loucura 
Se enlace a tua lucidez.
Façamos desse encontro uma aventura
única e interminável noite,
... Manhã... Dia.
Ma sejamos loucos
Loucos saudáveis
Conscientemente inconsequentes!
Vamos provocar
Explorar os sentidos,
E tateando os contornos
Descobrir e admirar.
Preencher com as mais loucas fantasias
As mais diversas harmonias
Numa fusão total...
E nessa troca de fluídos
Conscientemente, ou não
Saciar a tua, a minha... A nossa sede
Mergulhando ambos
Deliciosamente
Nas densas águas do viver.




Despertar e saber


Basta me acordar e saber
Que a cada dia
Há um novo dia,
E em cada dia esta você.
Mesmo perto ou distante
lembra de mim e me encanta
Com a beleza do teu ser.
Um homem moderno,
Atual,
Diferente (nada igual)
Até foge do convencional
Aprecia  a beleza da flor
Engrandece-se com o amor
Reconhece a mulher - por dos ângulos:
Mulher anjo ou mulher demônio!
... Ou quem sabe, a mulher flor.



Ele não foi e nunca será o melhor pai do mundo. Mas ... para todo o sempre será o melhor pai porque foi o meu pai. Ele não foi e n...