quarta-feira, 27 de abril de 2016

Hipocrisia




Existem amores e desamores
E precisam de  sabedoria, 
Serão histórias com começo e fim,
Acabam como retratos de amo,r
Dissipam-se como ondas no mar,
São frágeis, fúteis, vazias,
Eivadas de harmonia,
Ou completas de desamor.
São pedaços contados da vida,
Casos ou acaso as escondidas,
Retratos deixados na dor.
Perpassam por muita agonia
Explodem meio a hegemonia,
Cansadas pelo desamor.

DESESPERADOR

E quando menos esperamos, mais uma tragédia.  Estamos vulneráveis o tempo inteiro; não existe  lugar "seguro". Até q...