sexta-feira, 11 de maio de 2018

Não Tens o Ninho

   

                 




Ai, quem me dera nessa data,
Tivesse desprendimento na alma
E pudesse gritando dizer:
De toda a dor que sinto
Que é verdade, eu não minto,
Fui eu que te ajudou a nascer!
Mas, quisera na eternidade,
Seja revelado com força e vontade
A dor do dissabor em meu viver.
Do quanto negastes a minha existência
No dia em que perdestes a decência
E renunciastes ao meu viver.
Porém quis Deus – e assim o fez
Louvar ao que sinto dentro de mim,
E compartilhou, não repartiu,
Todo o orgulho que sentia de você.
Assim, ELE me ofereceu uma filha,
Trouxe - me das lágrimas a alegria,
Fez o meu ser renascer.
E ainda roubastes outra nascença
Arrancando – me sem complacência
A neta que tanto quis ter.
Agora segues teu caminho
Num labirinto sem o ninho,
Que tantas vezes te acolheu.


Preciso colo de mãe

Preciso alguém que me diga boa noite ou bom dia. Preciso alguém que se preocupe comigo, me queira bem. Preciso alguém que me d...