quinta-feira, 31 de maio de 2012

Ansiosa em desejo.


Dentro de mim repousa uma alma
Louca de amor perdida em paixão
Peregrina de todos os dias
Caminhante das manhãs,
Ansiosa em desejos,
Afoita, acesa, até ardil.
Queixa-se, mas não é gueixa.
Busca em súplicas teu corpo
Hoje tão leve... E tão sombrio.
Rasga a mortalha do desespero
Enleva-se em pensamentos mil.
Louca, grito, mas não me ouves.
Pareces desdenhar o meu sentir.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Não dá mais para suportar.


No português existem os particípios ativos como derivativos verbais. Por exemplo: o particípio ativo do verbo atacar é atacante, de pedir é pedinte, o de cantar é cantante, o de existir é existente, o de mendicar é mendicante.
Qual é o particípio ativo do verbo ser? O particípio ativo do verbo ser é ente.Aquele que é: o ente. Aquele que tem entidade. 
Assim, quando queremos designar alguém com capacidade para exercer a ação que expressa um verbo, há que se adicionarem à raiz verbal os sufixos ante, ente ou inte. Portanto, à pessoa que preside é PRESIDENTE, e não "presidenta", independentemente do sexo que tenha.
Diz-se: capela ardente, e não capela "ardenta"; se diz estudante, e não "estudanta"; se diz adolescente, e não "adolescenta"; se diz paciente, e não "pacienta". 
Um bom exemplo do erro grosseiro seria:
"A candidata à presidenta se comporta como uma adolescenta pouco pacienta que imagina ter virado eleganta para tentar ser nomeada representanta. Esperamos vê-la algum dia sorridenta numa capela ardenta, pois esta dirigenta política, dentre tantas outras suas atitudes barbarizentas, não tem o direito de violentar o pobre português, só para ficar contenta". 

O que é UP VIRAL?



O mais poderoso sistema de marketing viral já lançado, 100% automatizado para enviar visitantes REAIS ao seu site com o mínimo de esforço. Este é um sistema extremamente poderoso e simples para atrair Tráfego GRÁTIS para seu site.
Não se trata de nenhum tipo de software que gera "tráfego qualificado (visitas fake)". Trata-se de um sistema de marketing viral que propagará massivamente seu site na internet através do marketing de rede. Como funciona?
Você efetua o seu cadastro que é fácil, em seguida recebera uma lista com 6 sites para visitar, e logo depois a sua identificação. 
PRONTO!!!


CONTO COM VOCÊ! Cada pessoa convidada por você que se cadastre, vai divulgar a oficina literária mais amada.
Não perca tempo, divulgue o máximo que puder, espalhe meu link pela internet e desde já muito obrigada.

Incertezas



Imagino a cada instante
A maior prova que há
Examino a minha mente
Buscando como achar.
Percebo o quão é difícil
Amar, chorar, superar
Respeito mas não é fácil
Perceber o que é desonrar.
A humanidade do século XXI
Viveu, nasceu, morreu
Perdeu o encanto e a ciência,
E o mundo estremeceu.
Transmitir a real alegria
É desejo, é sensação.
Crer é pura magia
Doi em meu coração.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

A Grandeza do seu Ser


Quebre a essa triste rotina
Viaje na imensidão
Da grandeza do seu ser. 
Descubra que a vida é singela, mas fugaz...
Jamais traiçoeira.
 Nós é que não nos apercebemos do tempo,
E só nos desvencilhamos das amarras
Quando a dor é muito grande. 
Descubra-se.
Você é um grande ser.
Os princípios pelos quais norteia
São grandiosos e eloquentes,
É um privilégio todo seu, 
Portanto...
Preencha com as cores da aquarela ao vazio,
Ouça o alarido do silêncio,
Observe ao seu redor,
Quebre o gelo do vazio
Deixe que em seus braços
Outros abraços preencham a sua alma.
Porque a porta esta aberta,
Mas se faz necessário atravessar
... E arriscar.

Mãezinhas

A Humanidade deve ás Mães toda a sua existência. Obrigado Senhor!
Obrigada, Senhor, pela mãe que você me deu...
... Por todas as Mães do mundo
... Pelas mães brancas, de pele alvinha...
... Pelas pardas, morenas ou bem pretinhas...
... Pelas ricas e pelas pobrezinhas...
... Pelas mães - titias, pelas mães-vovós,
... Pelas madrastas-mães,
... Pelas professoras - mães...
... Pela mãe que embala ao colo o filho que não é  seu...
... Pela saudade querida da mãe que já partiu...
... Pelo amor latente em todas as mulheres,
... Que desperta ao sentir desabrochar em si uma nova vida...
... Pelo amor, maravilhoso amor que une mães e filhos...
Eu agradeço Senhor! Por meus filhos, e por tudo o que tenho vivido pelas muitas mães abençoadas que os seus filhos me confiou, e muito tenho a agradecer por Maria, a grande MÃE, que conosco o SENHOR
compartilhou.

A CIDADE E A SOMBRA:SALVADOR/ BAHIA.



Estamos retornando a era das cavernas, ao princípio dos tempos, a era em que os homens (considerados seres racionais) e os bichos (provavelmente! Irracionais) buscavam as descobertas, a socialização.
Salvador, uma das capitais do Brasil considerada ápice do turismo, hoje se torna um celeiro de todos os tipos de perversões: homicídios, sequestros, estupros, desrespeito de toda a natureza. Até o carnaval que foi o foco da atenção mundial, hoje, é determinante entender que os nascidos na capital buscam fugir para o mais longe possível; E, se pensarmos nas micaretas, há de se entender que a violência é a grande atração da festa. Quando digo violência não me refiro apenas à pancadaria, mas as letras das músicas, as pessoas que frequentam as festas, e enfim a tudo o que circunda.
Descobrir uma família onde possa ser concebida a palavra respeito em nossa cidade é quase que merecedora de uma condecoração, vez que essas se desgastaram ao passar dos tempos. Estamos enclausurados em nossos apartamentos através de preços exorbitantes de condomínio, na tentativa de nos protegermos e óbvio, aos nossos filhos, de uma vida digna, onde brincar de pega-pega, esconde-esconde, pula corda etc., se tornaram obsoletas e substuiídas garbosamente por espaços “gourmet” ou áreas para a recreação infantil. Se fugirmos desse jogo caímos em espaços considerados perigosos de sobrevivência. Todavia é bom lembrar que se os aniversários acontecem, e principalmente se for debutante, melhor recorrer a espaços onde tenha um maior número de seguranças para que o evento possa transcorrer numa pseudo seguro manifestação de esplendor.
Enquanto isso, os jovens buscam os limites, imploram para que lhes seja concedida a honra da educação. E educação? Qual? Em casa? Na escola? É difícil entender que vivenciamos o caos? Os colégios quando públicos tornaram-se alvo do desamor: docentes sendo expostos como se marginais fossem, discentes vivem á mercê; Mas se recorremos aos particulares, à situação também é catastrófica, vez que manter um filho – vejamos, mencionei um filho, a mensalidade é avassaladora.
E a saúde na capital baiana? VIXE!!!! Aí é melhor nem se pronunciar, pois os hospitais públicos estão abandonados; postos de saúde não existe o que dizer porquanto somos testemunhas de um palco de horrores. Sim, temos hospitais particulares. Entretanto, como ter acesso se nem salário para comer o nosso povo tem?
Resta recorrer à segurança. SOCORRRO!!!!! É tiro, muita bala perdida, muitos jazem em via pública, e até em suas próprias casas.
Não há governantes nem governados. É licito expor que outrora a Bahia de ACM – grande líder baiano – era conhecida por suas praias de areias brancas (Ah! Dorival Caymmi), onde “sem lenço, sem documentos, nada nos bolsos ou nas mãos” – o nosso Caetano observava que Gil expandia-se em formosuras através dos seus poemas cantarolados. E se Raul Seixas percebia a mosca em nossa sopa, teríamos muito que aprender.
Hoje nem governantes nem governados, nem justiça a ser respeitada... Perdemos o foco de tudo. Tornamo-nos reféns do medo, da vida e da morte; não temos e nem sabemos em quem confiar, nós estamos à deriva. As nossas lágrimas secaram tal qual a seca que assola ao nosso interior.
Quem sabe se essa nossa raça sofrida pudesse exprimir em um gemido a sua dor, quem dera pudéssemos remoer as nossas origens e voltássemos a engatinhar, quiçá relembrássemos de que a evolução faz parte da nossa espécie, e não nos debatêssemos nessa lama imunda e nojenta que entristece aos olhos dos que teimam em dizer: sou sim de Salvador.

domingo, 20 de maio de 2012

Os erros dos outros, os meus erros.



Durante nossa vida, causamos transtornos na vida de muitas pessoas porque somos imperfeitos. Nas esquinas da vida, pronunciamos palavras inadequadas, falamos sem necessidade, incomodamos. Nas relações mais próximas, agredimos sem intenção ou intencionalmente. Mas agredimos.

Não respeitamos o tempo do outro, a história do outro. Parece que o mundo gira em torno dos nossos desejos e o outro é apenas um detalhe. E, assim, vamos causando transtornos.

Esses tantos transtornos mostram que não estamos prontos, mas em construção.
Tijolo a tijolo, o templo da nossa história vai ganhando forma.

O outro também está em construção e também causa transtornos. E, às vezes, um tijolo cai e nos machuca. Outras vezes, é a cal ou o cimento que suja nosso rosto. E quando não é um, é outro. E o tempo todo nós temos que nos limpar e cuidar das feridas, assim como os outros, que convivem conosco, também têm de fazer.

Os erros dos outros, os meus erros. Os meus erros, os erros dos outros.
Esta é uma conclusão essencial: todas as pessoas erram. A partir dessa conclusão, chegamos a uma necessidade humana e cristã: o perdão.

Perdoar é cuidar das feridas e sujeiras. É compreender que os transtornos são muitas vezes involuntários. Que os erros dos outros são semelhantes aos meus erros e que, como caminhantes de uma jornada, é preciso olhar adiante. Se nos preocupamos com o que passou, com a poeira, com o tijolo caído, o horizonte deixará de ser contemplado. E será um desperdício.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

És o meu cavalo alazão



Sou verdadeiramente ardente,
Cujo sangue quente,
Oferece-me a mania de estrepoliar.
E quando um macho audaz
Surge a me provocar... Torno-me voraz.
Mas quando entre galopes e sacolejos,
Encontrares uma Amazona,
Não ouse desafiá-la, meu Cavalo Alazão...
Amazona sou, e com coragem,
Ouso enfrentá-lo.
Sou destemida, aguerrida...
A ti vou laçar, montar e domar.
Verás como é uma mulher,
Que sabe tudo o que quer.
Como castigo terá: que me fazer delirar.
Amar.
Conhecerás meus caminhos com os descaminhos,
Farás guarida, submisso e servil,
Porém quando estou a pensar,
Surpresa vou fazer,
Lhe farei enlouquecer.
Terás um amor constante,
Sem dogmas e sem regras,
Sem falsos pudores.
E em meu louco jeito de amar,
Serei quem ordens vai dar
Até ao ponto de exaustão.
Sem censuras,
Amor de pecado,
Sem limites nesse se dar,
Neste prazer irrestrito,
Por este prazer carnal...

Ele não foi e nunca será o melhor pai do mundo. Mas ... para todo o sempre será o melhor pai porque foi o meu pai. Ele não foi e n...