quarta-feira, 29 de outubro de 2014

VAZIO




Nossa correria diária não nos deixa
Perceber se o que temos já
Não é o suficiente para nossa vida.
Nos preocupamos muito em TER:
Ter isso, ter aquilo,
Comprar isso, comprar aquilo.
Os anos vão passando
Quando nos damos conta,
Esquecemos do mais importante
VIVER e SER FELIZ! 
Muitas vezes não é preciso ter,
O mais importante na vida é ser.
É necessário parar de correr ao Ter
E começar a correr atrás do ser
Ser amigo, ser amado, ser gente.
Quando somos, ficamos muito mais felizes
Do que quando temos.
O ser leva uma vida para se conseguir
E o ter, muitas vezes conseguimos logo.
O ser não se acaba nem se perde com o tempo,
Mas o ter pode terminar logo.
O ser é eterno, o ter é passageiro.
Mesmo que dure por muito tempo,
Pode não trazer a felicidade...
E vem o vazio nas pessoas. 

O Sonho



Era um sonho branco
Branco como a paz
Era um sonho de ouro
De ouro como a luz.
Era um sonho imenso
Que envolvia todos os espaços.
Era um sonho vivo
Feito de mãos dadas e de abraços....
Então li em meu sonho,
A palavra esperança.
Ouvi risos de criança.
E era a verdade.
A única lei da nossa voz
Era a velha amizade,
A regra de vida entre nós.
E os que acreditaram - quando meninos
Traçando os seus próprios destinos
Sabem que sonho não está no condão
Sabem que o sonho começa no nosso coração.


domingo, 26 de outubro de 2014

Luto de uma Nação.



Por que em terras tão belas
Em céu de azul anil
Em campos tão verdejantes
Não podemos dividir o Brasil.
Por que a vergonha e a insensatez
A indecência em imensidão
Tem que ser compartilhadas
Sem dó e sem compaixão.
Por que acreditar em mudança
Em soberania, em decisão
Se ficamos para sempre amarrados
Ao tronco e a escravidão.
E não creio nesses jovens
Que dizem buscar a razão
Se na hora de gritar
Se mostram sem decisão.
Acabaram as fantasias, os sonhos, a sensação
Teremos que conviver
Com o luto de uma nação.


sábado, 25 de outubro de 2014

Carpe Diem




Felicidade é ...
Viver com DEUS na presença dele e viver em paz
É esta junto de quem eu gosto
É lembrar que dinheiro não traz felicidade, e sim conforto
É ver o sorriso dos meus filhos
É fazer tudo o que gosto como viajar, namorar...
É a busca pelo espiritual
É a verdade por de trás de todas as experiências
É ter liberdade no tempo e no espaço
É mais uma experiência no mundo
É considerar que “existe a felicidade plena”
É não saber a verdade sobre um assunto
É querer ser feliz para sempre e incondicionalmente
É ser incoerente com nossa forma de agir
É pensar no sentido inverso
É uma gargalhada imune às regras de etiqueta
É alcançar voos sem as preocupações de distâncias e das alturas
É iluminar o caminhar de quem está ao nosso lado
É a mais perfeita forma de amor
É ........... Independente do amanhã
É o famoso Carpe Diem.




Tô na pista....



É o momento de tomar consciência
Dos meus sonhos e objetivos
Direcionar-me para eles.
Terei diversas tentações ...
Sentar e ficar esperando
Aguardar que as coisas aconteçam.
Não me permitirei a isso
Vou imprimir movimento!
Encontrarei a imagem dos primeiros lampejos
As novas ideias, os novos amores e os grandes projetos.
Poderei sentir a inércia e o tédio
Quem sabe, se evadindo em minha existência!
Mas, finalmente vou imprimir
O movimento valioso à minha vida.
Muitas águas hão de rolar
Este é apenas o processo inicial.
Terei uma provável aventura
E muito gostosa...
Me lançarei sem medo!
Quanto mais coragem, mais resultados!
Mesmo que ouça “não”
A negativa será apenas a inicial
Não desistirei, não desistirei...
Jamais fugi a uma luta.

Brasil, vermelho da nossa vergonha



Não basta o candidato vencer ao debate.
É preciso o povo vencer ao medo
É preciso ter vontade de trabalhar
É preciso criar aos seus filhos e netos
É preciso criar a si próprio
É preciso o senso de honradez
É preciso ter os olhos abertos
É preciso ter a certeza do nosso pão de cada dia
É preciso a luta por nossa sobrevida incansável
É preciso saber que gritar não é desordenar
É preciso chorar e não lamentar
É preciso hospitais não apenas em propagandas
É preciso que os remédios sejam reais
É preciso médicos e outros médicos sejam respeitados
É preciso que tenhamos o zelo por seus trabalhos
É preciso que os nossos idosos realmente se sintam acolhidos
É preciso que os nossos mortos possam ser enterrados.

Sim, é preciso um País onde o seu povo não apenas erga a bandeira
É preciso que a ordem e o progresso não estejam manchadas de sangue
É preciso um azul varonil....
É preciso um novo BRASIL!

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Triste Realidade: PROFESSOR no BRASIL.



Exerço a cerca de trinta anos a profissão de educadora. Por minhas ideias e ideais muitas mentes estiveram por cultivar ao que chamo de valores; e não se faz necessário que sejam muitos, desde que a sobriedade, a sinceridade, a auto crítica, o desejo de servir e ouvir estejam presentes.
Mas, o tempo decorre, e é lastimável observar que tudo o que preguei está sendo sucateado de maneira abominável. É duro ver e crer que os responsáveis direto pela formação do País - tão desgraçado, e esmigalhado – são os principais algozes diante do que deverei nomear como princípios. Em verdade, a formação escolar é hoje um meio comercial de subsistência, onde os donos (em sua maioria) sequer estão envolvidos com o processo pedagógico, mas com a fatura mensal que verterá em lucro direto para rechear a sua vil imagem, encoberta pela flácida e nada sugestiva maneira de conduzir aos professores, os quais tentam sobreviver diante da “esmola” mensal que lhes é concedida.
 E, nessa ciranda desordenada, alguns buscam se sobressair através de didáticas inusitadas, que vão desde a excelência das suas aulas eivadas de conhecimento e dinamismo, aos que revoltados e sem esperança de que sejam notados, recorrem as reprovações em massa, como forma de aterrorizar aos alunos, os quais acuados, nada lhe resta senão o silêncio, o medo do que lhes é pronunciado.
E assim seguimos em busca do nada, oferecendo o vazio como proposta de futuro, pois se não há respeito ao professor o que haveremos de encontrar? Determinar aos estudantes que sejam polidos e acreditem em instituições de ensino que sequer lhes oferece credibilidade, que expõem aos seus mestres como se fossem marionetes sem vida, sem respeito?
O que esperar se a juventude comprovadamente não mais tenta, devido a total desvalorização, sequer como opção final, tornar-se professor?
É bem verdade que as escolas, cujo foco é conduzir o aluno ao aprendizado, e valorizar ao profissional, percebem a dificuldade para conseguir um bom professor, visto que, rapidamente preenchem a sua carga horária.
Os mais jovens chegam temporariamente, e veem como um “bico” enquanto não fazem o mestrado, porque não querem fazer dessa a sua profissão onde hoje, numa escola particular, o piso salarial não chega a R$ 5,00 por hora/aula e as mensalidades são exorbitantes. Assim, podemos afirmar que a carreira não é sustentável.
O pedagogo não está comprometido somente com o ensino, mas também com a justiça, com a inclusão social, e na formação de profissionais capacitados e atualizados.
Atribuo -  sem dúvidas –essa onda incessante que invade a esse circo de horrores e temores em exercer a um trabalho tão humanizado, a falta de suporte adequado nas escolas, a falta de amor ao próximo / a violência, a ausência da família, a falta de recursos materiais, ao desgaste emocional que o ser humano vive numa corrida desenfreada para alcançar o inatingível, e sobretudo, ao “esquecimento” de que existe, sim, um SER SUPERIOR, e que não estamos no universo como folhas secas arremessadas pelo vento.
Essa certamente é a razão de um povo cercado de protestos, de fome, de misérias, de violências, de lideranças, de lágrimas. Mas, ainda guardo em minhas lembranças a certeza de que soprei forte em muitos ouvidos, e muitos ecos são percebidos, porém pouco escutados; se não posso remover a montanha, certamente continuarei a buscar atalhos para prosseguir em meu caminho.
Um dia, com certeza, esses atalhos serão mais largos, terão mais espaços, conseguiram abrir novas fronteiras, e comprovadamente a experiência adquirida fortalecerá para que um bandido ou um herói faça valer o quanto é valiosa a presença do professor em nossa vida.
Não podemos calar nem chorar, não podemos gemer nem implorar, não podemos desistir nem impedir porque MESTRE é todo aquele que acredita ser um instrumento transmissor da EDUCAÇÃO, e não existe nem existirá – nunca! - uma vacina capaz de calar o pensamento humano.

terça-feira, 7 de outubro de 2014

BRASIL para sempre



Democracia é um regime de governo em que todas as importantes decisões políticas estão com o povo, tem princípios que protegem a liberdade humana e, uma das principais funções da democracia, é a proteção dos direitos humanos fundamentais, como as liberdades de expressão, de religião, a proteção legal, e as oportunidades de participação na vida política, econômica, e cultural da sociedade. É assim que o brasileiro está vivendo ou sobrevivendo? Até quando seremos o Zé povinho?
O regime político no Brasil é democrático, mas a democracia está muito longe de se consolidar. Somos uma extensa faixa territorial, onde as desigualdades são gritantes: educação, saúde, economia, poder de discernimento, dentre tantas outras situações.
A incompatibilidade entre o governo central, as forças econômicas e ideológicas hegemônicas no Brasil, bem como a inabilidade para encarar a aguda crise econômica prevalecente hoje no Brasil, produzem cada vez mais efeitos desastrosos, tais como o índice alarmante da criminalidade, a inconsequência diante da praga que estraçalha a jovens e adultos, que são as drogas, e caos total diante da saúde e a educação. Estamos em uma crise de legitimidade que põe em risco a nova democracia brasileira.
A consolidação da democracia no Brasil depende da superação da atual crise, e é necessário que possamos acreditar em mudanças. Não podemos estagnar diante de tantas dúvidas, tantas mazelas, tantas greves, tanta corrupção...É preciso definir os obstáculos com sabedoria e coragem para enfrentar.
Ainda acredito em meus irmãos brasileiros. Ainda creio nessa juventude que vai as ruas por dias melhores. Tenho certeza de que o meu povo nordestino tão sofrido, pode até ser discriminado, porém jamais será "abestado". Precisamos ter a opção de acreditar porque sem esperança somos um país sem futuro, e o BRASIL é o celeiro do mundo.

04 de dezembro: IANSÃ,A ORIXÁ DO VENTO E DAS TEMPESTADES.

Eparrei Oiá Iansã é uma guerreira por vocação, sabe ir à luta e defender o que é seu, a batalha do dia-a-dia é a sua felicidade....