Loucas Tentações

O desejo toma conta de mim
Quando toco meus lábios nos seus
Lábios molhados, cheios de ternura
Refletem o prazer e o bem querer.
Sugo deles todo o seu amor
Desvendo as suas carícias
Lábios peregrinos, ternos
Desvendam mistérios de uma vida.

Fazes refúgio em meu escutar
Deixas em mim apenas um beijo
Prendes com o olhar num ar de sedução
Essa vontade do desejo.

E nossas bocas se encontram
Nossos sonhos se entregam
Nessas loucas tentações por meu corpo
Tentam arrancar da minha alma
Palavras de carinhos
E esquecer o desgosto.

Estremeço, saciando a sua sede
Sua alma grita.
E não posso me entregar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

E porquê é natal....

Consumismo e Ostentação