Anjos ou Demônios?

                    
Quando me tocas, portas se abrem...
Tudo se transporta,
Anjos, e demônios
Ou uma louca mulher.
Diante do mundo, dos palcos da vida.
Mãos a caminho do que faz o vies.
O que se dá é o que se come,
É fome da alma, e fonte do corpo...
Na pele em memória,
A sintonia e o prazer,
Eu sentindo, eu sentido... 
De olhos fechados, sentido.
E vendo, perco o sentido
Em êxtase, talvez paixão,
Tudo pela entrega do meu coração.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

Consumismo e Ostentação

E porquê é natal....