segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Em minha idade, sou a loba



Idade danada
Cheia de encantos       
Às vezes insana
 Nada tem a perder
E então se deixa envolver
Envolvendo libera os desejos
Libera seu cheiro
Cheiro de fêmea
Antes contidos
Que hoje o vento os espalha
Embriagando, embriagado
E em seu cheiro exala
A loba danada
Da pele sensível
Paladar aguçado, olfato afiado
Com o corpo suado, e molhado
Atrai sua presa e lhe prende entre si.
Um suave uivado
Um toque de leve
Logo se faz entender.
Idade bonita
Por muitas passou
No auge do vigor
Hoje a loba madura,
Aprendeu a viver
Segura de si, desperta atenção
Desperta tesão.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Preciso colo de mãe

Preciso alguém que me diga boa noite ou bom dia. Preciso alguém que se preocupe comigo, me queira bem. Preciso alguém que me d...