A Minha Bandeira


Gostaria de erguer a bandeira branca da paz
Mas para meu espanto,
Não sei o que seja paz.
Então, erguerei a bandeira rubra da guerra,
E pensarei como fazer a guerra.
Mas preciso...desesperadamente preciso
De uma causa, de um motivo.
De uma bandeira...ou qualquer coisa.
Daí, decidirei:
Untar o branco da paz com o rubro da guerra
Com o negro doa tempos,
E farei a minha bandeira
- nada sóbria, aliás -
Homenagearei aos vivos e aos mortos
Como símbolo do meu tempo;
Hastearei a minha linda bandeira
... estonteante...colorida
A minha bandeira F E S T I V I D A D E: CAOS e FOME.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

Consumismo e Ostentação

E porquê é natal....