Que loucura é essa?



Que loucura é essa
Que toma conta de mim?
Que em meu sangue ferve e me faz delirar?
Que me arrepia os pelos, excita os sentidos?
Queima na alma e me faz suar?
Engana a razão e me deixa perdida
Menina culpada, mas puro sentimento.
Emoção, paixão, vazão do instinto
Tão forte que é luxo, é fúria,

É tormenta, é libido.  
Que loucura é essa
Que toma conta de mim?
Quando sinto teu cheiro, teu gosto.
Me faz valente, heróina e bandida
Me faz pedinte, suplicando um beijo.
Deixa-me louca, quase desvairada
Me faz por amor me sentir sua escrava.

Me usa, abusa, lambuza
Me rouba a razão, me rouba aos sentidos
Me leva às estrelas, me leva ao infinito!


Só não me faças a louca,  a mais triste,
Que do seu encanto não possa provar.
Não consiga sorrir, não possa viver

E os mais lindos sonhos não posso contar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

Consumismo e Ostentação

E porquê é natal....