Não pensava em você.


Eu estava assim calada
E um pouco acabrunhada
Não pensava em você.
De repente veio a fossa
E senti que na prosa
A poesia é você.
Nesse riso seu sorriso
Nessa vida  seu viver
Nesse mundo em que existo
Minha alegria é você.
..............................................
Quando penso na solidão
Dessas noites sem você
Imagino o meu coração
Querendo poder lhe ver.
E ao ouvir você distante
Meus olhos procuram os seus
Tudo se torna num instante
Em um sonho, em prazer.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

E porquê é natal....

Consumismo e Ostentação