terça-feira, 21 de junho de 2011

Esse meu corpo de mulher.


Transporto-me através do espaço
Viajo dentro dos meus desejos
Flutuo dentro dos meus pensamentos
Entrego-me de corpo e alma
A loucura de desejar-te
Não sabes, mas já me tens
Andas feliz não sabes o porquê
E reages fugindo prá bem longe
Não importa o tempo
Sempre haverá a maneira de nos encontrar
As nossas esperanças multiplicar
E nos entendermos só pelo pensar
Mas, não quero apenas assim ficar
Quero demonstrar o meu amar
Quero te tocar
E te acarinhar
Quero contigo estar.

Venha,
Te entregue ao meu encanto
Enxugarei todo o teu pranto

Venha,
Sinta meus lábios nos teus
Sinta o sabor dos beijos meus
Na velada saudade desnuda
Que já nem conhece mais. 
Eis o sabor que a tanto procuras.

Venha,
Solta os meus cabelos,
E deixa a brisa te tocar,
Onde o ontem te levou...
Que o ontem faça o teu hoje.
Deixa-me solta como estás, 
E amanhã, ah! Quando o amanhã vier,
Lembra-te enquanto puder,
Da minha presença,
Do meu gosto,
Do meu cheiro impregnado,
Do meu corpo de mulher.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Preciso colo de mãe

Preciso alguém que me diga boa noite ou bom dia. Preciso alguém que se preocupe comigo, me queira bem. Preciso alguém que me d...