Beijos Calientes


Lábios que beijam, suavemente
Doce sentir, boca entreaberta
Nos desejos, corpos que sentem
De forma perfeita
O desejo ardente.
Lábios que beijam, apaixonadamente
Corpos sedentos, mãos que se cruzam
Corpos que se tocam, num arfar plangente
Corações que almejam corajosamente. 
Os olhos que focam o amor sentido
O nascer do beijo terno, mordido
O querer sentir, o louco desejo
Que nasce do amor, em doces beijos.
E os teus lábios, serenos, perfeitos
Tal como o amor, que há entre nós 
Nos faz trocar, o silêncio apaixonado
Por beijos calientes, tão cheios de voz.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

Consumismo e Ostentação

E porquê é natal....