WEBJET: SUICÍDIO NOS ARES




Comprei o bilhete aéreo através da internet saindo de Salvador com destino a Fortaleza no vôo 5834 saindo às 15h33min e chegada ás 17h20min h; ao falar com amigos fui alvo de gozação tipo: “vai de “buzu” /ônibus que voa, cuidado porque você poderá tentar levantar, e o assento não se desprende de tão apertado que fica o espaço para as pernas, a tripulação deve ter feito curso para transporte rodoviário, o que vai deixar de herança para os amigos, já fez o testamento “... E por aí vai. Confesso que até briguei e arrisquei.
Ao chegar para despachar a mala encontrei várias pessoas que se amontoavam, e não sabiam a quem se dirigir vez que no balcão da companhia não havia informação do cancelamento do vôo. Sem ainda acreditar e após várias tentativas fui informada de que deveríamos aguardar até ás 16 horas para ir ao balcão da TAM. Pensei comigo mesma: Isso não esta acontecendo!
De repente, uma moça ainda com ar de quem estava acordando diz:
- Cheguei agora e só sei que houve problema na aeronave, falem com a supervisora.
Procurei a tal pessoa e fui atendida por um homem que era da Empresa e apenas confirmou que não haveria o vôo, que também achava um absurdo, que sentia muito se eu teria prejuízos em negócios com hora marcada em meu destino, mas ele não tinha jeito a dá.
Liguei para a ANAC prestei reclamação, recebi número de protocolo, porém sentei e esperei até ás 20h43min h quando embarquei na TAM e fui cordialmente tratada por toda a equipe desde o balcão no aeroporto até o desembarque.
Entretanto, o que seria de mim que já estava com o bilhete para retornar no domingo pela webjet no vôo 6720 ás 15.37 horas? Mais uma vez preferi não pensar no pior e quando o tal webjegue decola, o desespero: um calor insuportável, passageiros reclamando em voz alta, as aeromoças (?) despreparadas e mal educadas, o caos estava estabelecido e o jeito foi orar.
E DEUS nos ouviu porque ao pousar estupidamente no Aeroporto Luís Eduardo Magalhães ouvimos um estouro tremendo, um fedor de fuselagem queimando, e antes mesmo que ouvíssemos a mensagem para levantar estávamos de pé, e aterrorizados ouvimos em voz alta a tripulação comentar acidente com a aeronave.
Só me restou olhar para os que ainda iriam até Porto Alegre e dizer: CORAGEM! Se trocarem para outra companhia agradeça e siga rápido, pois só posso sugerir que a WEBJET inove oferecendo pacotes com as aeronaves em solo para que as crianças possam ter idéia do que poderia ser um avião... Nem pensar em voar!
Respeito, dignidade, cordialidade, segurança, princípios básicos para com os deveres da aviação estão totalmente desconhecidos quando se trata da WEBJET, portanto se pretende arriscar a sua vida, siga em frente e cometa um suicídio nos ares.


 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

Consumismo e Ostentação

E porquê é natal....