Emoção


Deixa-me lamber a sua lágrima.
Beber toda essa imensa dor
Mandar embora o sofrimento
Banir com lágrimas de amor

Traga para mim este sorriso
Deixa fluir o nosso prazer
Quero o veneno que escorre
Mesmo não estando com você

Deixa-me beber da sua mágoa
Deixa-me sacramentar o coração
Queima ardentemente em meu fogo
Que só se apaga em sua paixão

E em minha imaginação viaja 
Em seu corpo como em mar
Quando se entrega do seu jeito
E loucamente vem me amar

A sua pele aquece meu espírito errante
Não me perco, mas me acho com razão
Este corpo sacro e belo
Que exploro em emoção.

Comentários

  1. Káthya, que delícia de texto! Que palavras mais melodiosas! Minha primeira visita por aqui e fiquei encantada com o seu cantinho! =)

    Parabéns pelo blog!
    grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Que posso dizer?
    Muito, muito obrigada por fazer parte dos meus amigos.
    Bjo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Eterna Saudade do Meu Pai

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

Consumismo e Ostentação