segunda-feira, 28 de março de 2011

Sou diva.




Cabelos despenteados,
revoltos os desejos,
mãos soltas,
convictas de intenções.
Sou diva,
chego inteira,
levo-me ao rubro,
incendiada por mil razões,
dominada por mil paixões. 

Sou diva
por ti, assim me tranformei,
apenas para manter acesa,
a chama que nos devora,
que escalda nossos corpos,
que faz bater bem forte,
a um ritmo alucinante,
o compasso de nossos corações! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESESPERADOR

E quando menos esperamos, mais uma tragédia.  Estamos vulneráveis o tempo inteiro; não existe  lugar "seguro". Até q...