Frente a frente


Diante de um 
mausoléu
Me sinto quase perdida
Coberta por fino véu
Nos degraus da certa descida.
Diante daquela igreja
Me sinto meio vazia
Parece que me apedrejam 
Ou me elegem Maria.
Diante desse mundo
A vida me arrepia
As vestes estão imundas
Há o receio do dia a dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

E porquê é natal....

Consumismo e Ostentação