Vem Natal.


Vem.
Vem Natal.
Vem festivo como sempre
- para os outros.
Vem triste como sempre
- para mim.
Vem, vem.
Vem que eu garanto
Que lhe curtirei completamente
Que lhe esbanjarei
Olhando as vitrinas e as pessoas.
E desejarei paz em silêncio
- para cada um.
Vem!
Vem que eu chorarei também
O meu pranto contido
O meu pranto riso
O meu pranto triste
- triste como o natal.
Tão triste quanto eu.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

Consumismo e Ostentação

E porquê é natal....