sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Escrava de Mim

Nossos corpos juntos
Você tão distante de mim
E beijo seus lábios frios
Mas não sinto o calor dos meus.

Juras amor para comigo
Sem uma palavra de afeto e desejo
Sabe que o silêncio é seu prazer.

Usas meu corpo
Pois sou o alimento
Sou o seu voraz apetite
E nada de nada dás.

Sou fraca quase não consigo
Libertar-me das garras,
Em desejos a me atacar

Põe limites ao seu veneno
Se que um dia vou sofrer
Com a liberdade do seu abandono
Em total silêncio por esse viver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Preciso colo de mãe

Preciso alguém que me diga boa noite ou bom dia. Preciso alguém que se preocupe comigo, me queira bem. Preciso alguém que me d...