Vermelho Carmim


Envolva-me em sua dança
Fica comigo não só por uma noite
Preparo-me para você.
Trago no cabelo uma flor
Tão doce quanto o jasmim.
Uma fenda lateral no vestido azul
Na pele, a essência do eucalipto
Entrego – me em todos os meus vícios.
Na boca, o vermelho carmim e irresistível.
E como se eu fosse um instrumento
Toque – me de leve!
Dedilhando caminhos escondidos
Ouça a suave melodia dos meus sentidos.
Na penumbra, os desejos acendem
E a música faz um convite envolvente
Em diálogos secretos e escondidos
Apontando a direção do desconhecido.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

E porquê é natal....

Consumismo e Ostentação