Não gosto da ingratidão,
Não gosto de falsidade ou hipocrisia
Não gosto de gente metida,
Nem de gente que vive a atuar.
Não gosto de gente orgulhosa,
Gente que se acha por seu corpo, por dinheiro.
Não gosto nem sequer de gente vazia.
Não gosto de gente que se cala,
De pessoas que tem medo de viver,
Nem daqueles que não prestam atenção nos outros,
Ou que se acham o centro do mundo.
Eu gosto de água com gás,
De trabalhar!
Mas não gosto de barata voadora.
Gosto de gente que sabe rir,
De quem sente, e sente verdadeiro.
Gosto de gente que sabe aproveitar a vida.
Gosto de quem tem o coração maior que a cabeça,
...mas sabe pensar.
Gosto quando sussurram no meu ouvido,
Gosto quando surge aquele olhar,
Gosto quando beijam, e quando abraçam.
Gosto de pessoas autênticas, e pessoas batalhadoras...
Gosto até das pessoas que magoam,
Mas aquelas que magoam por serem sinceras.
Gosto que briguem comigo quando faço besteira...
Gosto mais ainda daqueles que amam,
Amam no sentido de amor verdadeiro.
Gosto de quem ama mesmo.
Porque quem ama não tem duvida
Aproveita a vida, é autêntico e sabe rir.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

E porquê é natal....

Consumismo e Ostentação