O que penso agora... 8 de março 2012..


No orgulho que tenho de saber que tenho ao meu lado amigos que me querem bem, familiares que me respeita, a minha mãe com vida e a mesma vivacidade, uma tia com quase 100 anos a me oferecer com a sua lucidez uma lição de vida, a graça de ser MÃE e acordar com o beijo da minha Luy e a surpresa do meu filho Flávio que me presenteou há um ano com meu Bubu, guardar no coração o amor do meu pai que me abençoa todos os dias mesmo estando em outra estação, na bondade divina por me oferecer permissão para ousar dizer o Seu Nome - e não ser em vão. - 
E mais, ter nascido numa data tão especial para todas as mulheres que conseguirem entender que mais do que ter nascido com o sexo feminino, precisamos fazer valer as nossas atitudes com humildade e determinação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

E porquê é natal....

Consumismo e Ostentação