Lembranças



Guardei a tua lembrança
Em caixinhas de papel
Lembrei ainda criança
O gostoso sabor do mel.
...................................................
Foi ai que pensei na lembrança
Que apenas ficou em papel
Recordei não mais da infância
E senti o gosto do fel.
...................................................
Revivi cada instante
Determinei o meu pensar
Senti o que era marcante
E o que foi desencantar.
...................................................
Tentei desfazer a imagem
Tão real em meu jardim
Vi que era bobagem
Frutos não são flores, para mim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

E porquê é natal....

Consumismo e Ostentação