Ninguém se basta.




Todos nós precisamos de uma relação, pois ninguém é feliz sozinho. E nessa relação precisamos de admirar e sentir desejo pelo outro, mas também precisamos de sentir que o outro nos admira e deseja com a mesma intensidade.
É com o outro que aprendemos o verdadeiro significado da palavra amar; é impossível ser feliz sem ninguém pra nós amar ou fazer parte da nossa história. “Os olhos já não podem ver, coisas que só o coração pode entender, fundamental é mesmo o amor, é impossível ser feliz sozinho” citava Tom Jobim em uma das suas canções, pois constatou que a sensação da harmonia que buscamos só poderá ser encontrada a dois, na união amorosa. A aliança intensa e forte entre os seres humanos é como o grande remédio para o desamparo que nos acompanha.
Viver nas grandes metrópoles é hoje bem mais livre e tolerante para com o exercício de uma forma pessoal de ser. Por outro lado, a sensação de solidão cresceu muito, entretanto estamos cada vez menos dispostos a fazer concessões, a ceder às pressões do outro.
É preciso a presença de um amor para preencher a solidão crescente, que chegou com a industrialização e com a migração para os centros urbanos.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

E porquê é natal....

Consumismo e Ostentação