No Dia das Crianças

Nesse dia das crianças
Não direi apenas do meu Brasil
Gritarei a todos os povos
Da discriminação ao mundo infantil.
Dos adolescentes que sobrevivem
A fome, a miséria
A falta do mundo estudantil.
Lembrarei que somos os responsáveis
Por tudo o que aqui existiu.
E na Constituição de 1988
Um Estatuto surgiu.
Nesse conjunto de leis
A criança é o sujeito do direito
Tanto á vida quanto á saúde,
Não mais a escola para os mais ricos
Nem separação da família para que trabalhem.
Não podemos ser omissos
Enxergar e não ver.
- É preciso acolher!
Para mais tarde não sofrer.
Cabe ao adolescente o direito ao voto
Aos deficientes, receber tratamento médico e educacional.
Trabalho para menores de catorze anos é proibido
( salvo se na condição de aprendiz ).
Os trabalhos noturno são proibidos
Mas não é o que se vê por aí.
É expressamente proibida a venda de armas e explosivos
Bebidas alcoólicas, bilhete de jogo e loteria.

E aos transgressores da Lei ?
- Que sejam internados em local adequado
E que possa ser auxiliados
Porque também são filhos de um País. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

Consumismo e Ostentação

E porquê é natal....