quarta-feira, 13 de outubro de 2010

No Dia das Crianças

Nesse dia das crianças
Não direi apenas do meu Brasil
Gritarei a todos os povos
Da discriminação ao mundo infantil.
Dos adolescentes que sobrevivem
A fome, a miséria
A falta do mundo estudantil.
Lembrarei que somos os responsáveis
Por tudo o que aqui existiu.
E na Constituição de 1988
Um Estatuto surgiu.
Nesse conjunto de leis
A criança é o sujeito do direito
Tanto á vida quanto á saúde,
Não mais a escola para os mais ricos
Nem separação da família para que trabalhem.
Não podemos ser omissos
Enxergar e não ver.
- É preciso acolher!
Para mais tarde não sofrer.
Cabe ao adolescente o direito ao voto
Aos deficientes, receber tratamento médico e educacional.
Trabalho para menores de catorze anos é proibido
( salvo se na condição de aprendiz ).
Os trabalhos noturno são proibidos
Mas não é o que se vê por aí.
É expressamente proibida a venda de armas e explosivos
Bebidas alcoólicas, bilhete de jogo e loteria.

E aos transgressores da Lei ?
- Que sejam internados em local adequado
E que possa ser auxiliados
Porque também são filhos de um País. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Preciso colo de mãe

Preciso alguém que me diga boa noite ou bom dia. Preciso alguém que se preocupe comigo, me queira bem. Preciso alguém que me d...