Meu bebê



Vejo você com olhinhos graúdos
Boca mimosa, sorriso maneiro
Querendo dizer ao amanhecer:
Mãezinha gosto de você.
Então, fico tão solta
Aberta a gargalhadas
Quase que louca
Desafio ao mundo
Destruo aos segundos
Num sonho leve mas profundo
Realizo meus sonhos
Viver você.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

Consumismo e Ostentação

E porquê é natal....