sexta-feira, 23 de março de 2018

A energia faltou






E de repente, ficou tudo escuro no norte, no nordeste, no Brasil. A energia elétrica apagou. 
E parece que as pessoas meio que zumbis, despertavam paulatinamente entre a escuridão elétrica e a beleza das estrelas a nos iluminar.
E eis que atônitas saíram portas afora, cruzaram aos muros e buscavam a realidade.
E, sim! o trânsito ficou ainda mais caótico - mas, o quê dizer?
E se o pânico aterrorizava por temer o final do mundo, era interessante perceber que todos se entreolhavam como se estivessem impactados e impacientes.
E, enquanto isso, as crianças mergulhadas na pureza da infância, descobriam o quanto é fácil brincar sem o "poder" doentio da tecnologia, visto que tablets, celulares, games e tudo o mais foram abandonados.
E ao passar das horas, minutos ou segundos se esticavam, e eis que os capítulos das novelas eram comentados como há muito não se fazia.
E, elevadores ficaram esquecidos, dando oportunidade para que escadas fossem utilizadas e as velas aquecessem com chamas preciosas.
Mas......oh! eis que de repente gritos e pulos: a energia retornou, e trouxe consigo o vazio e o desamor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESESPERADOR

E quando menos esperamos, mais uma tragédia.  Estamos vulneráveis o tempo inteiro; não existe  lugar "seguro". Até q...