Um anjo em minha vida



Outro dia tão frágil, pequenina, mas parecia um singelo cristal que poderia quebrar em qualquer movimento. Hoje um brilhante resplandecente que jorra luminosidade em minha vida, que me traz paz, que me faz entender compreendendo o significado real da maternidade.
Lembro com intensidade que os olhos de tão miúdos não se abriam ... Parecia pedir forças para ver o mundo, e contemplar a vida.  O corpo minúsculo escondia um grande segredo: a linda mulher que hoje encanta por sua singeleza e amor.
E eu, apenas agradeci ao Senhor de todos os universos porque tinha o direito de descobrir o que é a vida através daquele pequeno ser.
Os anos passaram, mas não rápido nem surpreendente. Constatei, e constato a cada amanhecer, e muito mais ao anoitecer, que não estou sozinha, que serei para todo o sempre amparada por um ser de Luz que se fez carne, e que repousa na minha existência, como bênçãos de Deus.  Percebo que as dificuldades surgem para que possamos alcançar com mais garra ao que desejamos, que não há vitória com entusiasmo, se não tivermos o sabor do desejo de vencer.
Tudo ocorre em seu tempo. Se para nós – imbecis humanos – que almejamos resolver de imediato é porque ignoramos - por não enxergar - que o sol brilha em todos os continentes (mesmo que existam geleiras); e cada amanhecer tem um brilho especial.
A terra é belíssima! Destruímos porque não somos capazes de contemplar a perfeição. E não existem pessoas más, visto que a escuridão tem claridade até diante da cegueira.
 Se sofremos tanto é porque deixamos de sorrir por vaidade, por desejo de destruir a alegria do outro, por inveja ou ambição.
A cada um foi oferecida uma grande família para que todos fossem irmãos, capazes de vivenciar a solidariedade, o amor ao próximo. Não nos cabe julgar, todavia a inconsequência dos nossos atos conduz a perder a plenitude, a desviar do aconchego do cuidar, do falso perdão, das palavras desonestas ou até mesmo, tão cruéis quanto a força de um punhal.
E, em meio a tanta turbulência, posso dizer quase que em forma de prece, bem baixinho:
Papai do Céu, por tudo o que tenho vivido quero agradecer, e pedir que a nossa menina tenha a sabedoria de possuir a alma e a mente de criança diante das mazelas da vida; que possa amparar aos que lhe circunda com uma palavra de fé, e que seja humilde, jamais humilhada, pois o Teu amor é eternizado em nossas vidas diante do reencontro espiritual. 
                            Amém.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

E porquê é natal....

Consumismo e Ostentação