E porquê é natal....





E porque é natal os corações dizem que amolecem, ou que tentam reprimir tudo o que guardam, das maldades escondidas em suas almas.
E porque é natal os sorrisos se alargam, os braços se entrelaçam, os olhos marejam em mágoas escondidas.
E porque é natal tantos e quantos se encontram, e vão em busca de emoções, por razões quase que perdidas.
E porque é natal até as flores esmaecem, o sol pensa que aquece, e a luz acredita que adormece.
E porque é natal os maltrapilhos, os mendigos e os pedintes se unem, e desunem a hipócrita melancolia, de virtuosa vida não vivida.
E porque é natal eis que surgem os “bons velhinhos, ” em meio aos descaminhos, ou espaços entreabertos diante de multidões.
E porque é natal quisera poder acreditar, que a vida nada mais é, do que a insensata falta da fé, daqueles que esperam de pé, a volta do MESTRE, aquele que o natal é

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

Consumismo e Ostentação