Magia e Desilusão




Suas torres góticas,
Batendo levemente pela extravagante neblina
O barulho do luar dos lobos,
 Espalhados por toda a região.
Logo a frente, o poderoso Drácula!
Com suas vestes sombrias...
Sua clara pele
A grande escuridão
Afiados dentes
Sempre alojadas no imenso castelo,
Deitados por altas janelas
Incandescentes a luz da lua,
E aqui corro perigo!
As veias clamavam por sangue,
O doce aroma das profundezas
O mistério estava presente
A sensibilidade cada vez mais próximo
O despertar da irresistível tentação,
A extrema leveza e a facilidade,
As suas fortes habilidades,
As suas belas e sedutoras aparências,
E lábios tão encantadores...
Velocidade já não era suficiente,
As mulheres finalmente gritavam
Encanto e sedução
Magia e desilusão
Roupas rasgadas ao chão
O intenso medo,
Devora o meu coração.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

Consumismo e Ostentação

E porquê é natal....