Meus Lenços











Vendo lenços, meus amigos
Não lhes vendo ilusão
São multicoloridos
E feitos por meu coração.
Neles perfumo a minha luta
Também a minha história
Todos trazem um pouquinho
Dos muitos dias de glória.
Não carregam a cobiça,
A inveja ... Ou terror,
Nem o medo pela vida
Tampouco daquele doutor.
Nos meus lenços tem magia
Refletem a luz do viver
Neles não há simpatia
Mas, prometo: vamos vencer!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

Consumismo e Ostentação

E porquê é natal....