Homenagem Póstuma: Dia dos Pais.



Ninguém conseguiu substituí-lo. E ele se foi, como tantos outros pais ao encontro do Pai maior.
Parece que foi ontem, ou agora. Sua presença impregnou a palavra família em mim, e a sua ausência o vazio; nunca mais a "mesa" será a mesma. Todavia, em nenhum instante deixarei de lembrar-se de tudo o que me ensinou, e dentre tantas palavras ouvidas, uma ressoa forte: CARÁTER!
Meu Pai mais do que um nome, um grande homem, aquele que nesse momento e em todos os outros me preenche o vazio com o seu amor.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

E porquê é natal....

Consumismo e Ostentação