Amor Indefinido



Amor indefinido
Eu te sinto e te pressinto,
E vivo a cada minuto e instante,
E por essa razão eu não minto,
Porém, imagino...
Ah! E quando sonho e imagino,
Mas os meus encantos vão se definindo
E aguardando o infinito.
Calculo as horas por meses,
E os dias por anos...
E em cada pequena ausência,
Sinto a eternidade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lixo: questão de cidadania e responsabilidade social

E porquê é natal....

Consumismo e Ostentação